Sobre

 O Lar Montessori foi criado para ajudar pais e mães a obter os benefícios de uma educação montessoriana para seus filhos, em casa.

A escolha do nome desta página é uma homenagem à primeira escola criada por Maria Montessori, a Casa das Crianças. Por um erro de tradução, casa, do italiano, foi diretamente traduzido para house em inglês e, daí, para casa em português. A melhor tradução do italiano para o inglês seria home e, para o português, Lar. Montessori deixa isso claro em seu discurso inaugural de uma das escolas do bairro de San Lorenzo, quando diz: “Nós italianos elevamos nossa palavra “casa” à significação quase sagrada da palavra inglesa “home”, o templo fechado da afeição doméstica, acessível somente aos entes queridos”.

A partir desta descoberta, criamos o Lar Montessori, para ajudar pais e mães a adaptarem suas casas, de modo a tornarem-nas lares para seus filhos. Para pais e mães que estejam começando a conhecer o método Montessori, este blog também será muito útil: fazemos questão de utilizar poucos jargões, explicar tudo ao máximo e trabalhamos bastante com a reflexão crítica e o diálogo com os pais. Também, buscamos ao máximo exemplificar tudo o que dizemos, para tentarmos fazer com que nossos textos cheguem mais perto da sua realidade.

Professores que busquem uma fonte de orientação para os pais encontrarão aqui uma quantidade agradável de recursos, e educadores que estejam desvendando Montessori terão aqui uma introdução interessante.

Não pretendemos ser a única fonte de informações, para pais ou educadores. Mas acreditamos poder, com base em um diálogo contínuo, construir aqui uma referência muito boa sobre a aplicação de Montessori em casa em língua portuguesa.

Visite também nossa iniciativa para professores, a Escola Maria.

O autor:
Gabriel Salomao Lar Montessori

Meu nome é Gabriel Salomão, fui aluno de uma escola montessoriana por doze anos. Hoje, levo Montessori para escolas e famílias. Pude desenvolver duas pesquisas durante minha graduação na Universidade de São Paulo – a primeira sobre Montessori para adolescentes, e a segunda sobre a importância do silêncio no método Montessori. Atualmente, pesquiso em meu doutorado o discurso da mídia sobre o método Montessori, também pela Universidade de São Paulo. No mundo virtual,  auxilio na moderação do grupo Montessori Para Famílias, e escrevo sobre Montessori aqui no Lar (que também está no Facebook) e no blog do Centro de Educação Montessori de São Paulo. Mantenho também a página Escola Maria, para educadores montessorianos, e no YouTube, um canal sobre Montessori.

18 comentários sobre “Sobre

  1. Olá Gabriel,
    Conheci seu blog atraves do grupo Montessori do facebook. Gostei muito e venho acompanhando há algum tempo. O grupo de estudos continua acontecendo no CCSP? Gostaria de participar.
    Abraço,
    Fabiana

  2. Bom dia …
    Acabo de descobrir o blog, mas faz algum tempo que eu simpatizo com o método. Tenho um príncipe com 1 ano e 9 meses e gostaria de introduzir o método na rotina dele, começando com as mudanças no quarto , você acha que com a idade dele ainda surte efeito?

  3. Gabriel, tudo bem?

    Sou mãe, jornalista e apaixonada pela infância. Sou leitora assídua do seu blog, estou começando a ler “Mente Absorvente” e aproveitando para assistir a algumas das conferências disponíveis por aqui sobre a obra. Como jornalista, estrearei em breve uma coluna quinzenal de entrevistas “pingue-pongue” no site especializado Mamatraca (www.mamatraca.com.br), entrevistando pessoas que possam contribuir de alguma forma para a melhor compreensão da criança, da infância e da importância do período. A ideia da coluna de entrevistas é contribuir para uma relação mais autêntica e disponível dos pais em relação às necessidades genuínas dos filhos nos diversos períodos de desenvolvimento.

    O primeiro entrevistado foi Marcelo Michelsohn, do Conexão Pais e Filhos (www.comexaopaisefilhos.com.br)– ainda não publicado, visto que a coluna ainda não estreou–, e na sequência publicaremos uma entrevista com Laura Uplinger, especialista em psicologia perinatal.

    Gostaria de saber se você tem interesse em conversar com a gente –via skype ou hangouts– e ser um dos entrevistados. O tema seria, basicamente, Montessori e os inúmeros desdobramentos da aplicação das descobertas científicas dela na vida prática das famílias. Topa?

    Meu e-mail, caso queira responder por lá: natalie.jornalista@gmail.com

    Abraços e obrigada,

  4. Gabriel, sou professora de Educacao Fisica e gostaria de fazer cursos sobre o metodo montessori. Voce conhece algum ou oferece algum? obrigada Erica

    1. Olá Erica,

      eu ofereço o curso de Introdução ao Método Montessori. Você pode acompanhar as cidades onde o curso é oferecido na página do Lar Montessori, no Facebook.

      Mas há cursos muito mais profundos e extensos que o meu, como o do Centro de Educação Montessori de SP, o de RJ e o de Florianópolis. Busque saber sobre esses se você desejar algo com bastante profundidade.
      Abraços e boa sorte!

  5. Olá Gabriel, meu nome é Flavia e estou interessada em aprender mais sobre o método Montessori para criar meu bebê que tem 1 no e 2 meses. Quero saber o que fazer e como fazer de acordo com sua idade e desenvolvimento. Gostaria que vc me orientasse! Desde já obrigado!

  6. Gabriel, tenho me encantado com ocad método montessori, mas como ser um educador montessoriano num maternal com 25 crianças totalmente “desequilibradas”?

  7. Olá, sou espanhola mas moro em Açores (portugal) temos um menino de quase tres anos e meio e uma bebé de 3 meses.
    Gostava de o iniciar nos conhecimentos básicos de acorde à sua idade pois ele nunca foi à escola e gosta de estar em casa.
    Agradecia saber a sua opinião sobre se deveria ir à escola? antes não estava nada preocupada mas onde agora moramos há mesmo poucos/nenhúm menino. Cá há uma única escola.
    Obrigada

    1. Em minha opinião a escola começa a ficar importante aos três anos, três anos e meio. Imagino que não haja uma escola Montessori aí, não é? Continue fazendo Montessori em casa e vão muito à natureza, para compensar o tempo nos bancos escolares. Abraços!

  8. Bom dia Gabriel…
    Passando pra dizer que seu curso sobre Introdução ao Método Montessori, que fiz aqui em Fortaleza na escola Casulo, foi show…
    Muito esclarecedor, leve e reflexivo…
    Mudanças devem ser feitas quando o assunto é a criança…
    Espero fazer o curso para professores um dia!
    Obrigada
    Camila Fogolin
    Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s