Choro é Comunicação

(de The Joyful Child), “Shared with permission of The Joyful Child Montessori Company: http://www.thejoyfulchild.us”

Diferentes culturas variam muito em suas respostas ao choro das crianças – desde uma crença de que chorar fortifica os pulmões até a absoluta recusa ao fato de que alguém deixaria uma criança chorar ainda que por um só instante. Nós recomendamos empregar tempo e esforço para aprender o que seu pequeno ou sua pequena querem dizer com um choro. Não existe receita, e cada criança é diferente.

Em uma visita ao berçário do hospital da Universidade de Roma, durante meu treino para Assistente da Infância, eu vi uma professora responder ao choro de uma criança da seguinte maneira: primeiro ela falou gentil e suavemente ao bebê, mostrando a ele que alguém estava presente. Em muitos casos isso é todo o necessário para confortar a criança e para o choro acabar. No entanto, se isto não funcionar, a professora fazia contato visual com a criança ou encostava uma mão gentilmente sobre ela. Geralmente isto acalmava a criança completamente. Se não desse certo, ela checava para ver se havia algum desconforto físico, alguma dobra desconfortável nas roupas de cama, uma fralda molhada, a necessidade de ficar em uma posição diferente. Resolver este problema quase sempre tranquilizava a criança e eliminava a vontade de chorar. Só muito raramente a criança precisava mesmo de comida.
Acho isto extremamente interessante, vindo de um país com um considerável problema de obesidade. Talvez se nos esforçássemos mais para “confortar” nossos pequenos de outras maneiras, que não dando comida ou chupetas – que ensina a eles que a felicidade está em colocar algo na boca – nós poderíamos educar filhos que conhecem melhor suas necessidades.
É comum que uma mãe atenciosa pense que choro é sempre fome ou dor. Mas o bebê pode estar preocupado, tendo memórias ruins, estar molhada, com frio, com calor, com medo, sozinha ou entediada. Há muitas razões para se pedir ajuda.
Uma mãe ou um pai atentos que empreguem muito tempo observando ou ouvindo podem aprender, ainda nos primeiros dias, o que cada choro em particular quer dizer. Todos querem ser compreendidos.

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s