Como ter a admiração de uma criança de 6 a 8 anos

Na última semana, tivemos o workshop Montessori: Viver em Paz com Crianças (você ainda pode acessar as aulas aqui) e ao longo desta semana, responderemos as dúvidas que os alunos deixaram. Até dia 16 de dezembro as aulas e as respostas ficarão disponíveis para todos, depois, continuarão disponíveis para os alunos do curso Montessori: Viver em Paz com Crianças.

A dúvida de hoje é a da Patrícia: Gostaria de deixar minha dúvida sobre a obediência, para crianças maiores, depois dessa fase de 3 anos, entre 6 e 8anos, ainda temos chances de ser admiráveis?

A dúvida de Patrícia tem muito a ver com as três aulas do workshop. Se você ainda não assistiu, assista! A resposta para a pergunta dela vai abaixo:

Nós sempre temos chance de sermos admiráveis! Por alguns anos, trabalhei com crianças de 10 a 16. E ainda havia transformações profundas pelas quais eles passavam – e nós também.

A criança de mais de 6 anos tem menos vontade de obedecer e mais capacidade de análise. As crianças dessa faixa etária precisam entender os motivos das coisas, e são muito, muito sensíveis à injustiça, à mentira, ao insulto, à grosseria, à falta de compaixão.

Elas demoram mais para perdoar e se ofendem com muito mais facilidade do que as mais novas, percebem muito mais as nossas falhas. Por todas essas razões, nos obedecem muito menos.

Se uma criança dessa faixa etária encontrar um adulto que seja gentil e respeitoso, que converse com ela sobre os motivos das coisas, busque reparar seus próprios erros, não seja arrogante e orgulhoso, mas humilde e compassivo… Se essa criança puder encontrar alguém que permita que ela fale, e escute com atenção, dê a ela direito a ter voz de verdade e poder de decisão, permita que ela debata coisas e considere com seriedade o que ela diz…

Se essa criança puder encontrar um adulto que seja interessante, que conte coisas sobre o mundo, que explore junto, e que desperte sua curiosidade…

Então ela terá encontrado umadulto admirável! Um adulto que vale a pena ouvir, cujas sugestões e pedidos merecem ser executados, cujas regras merecem ser consideradas e obedecidas.

Obrigado pela sua pergunta.


Escrito por gabrielmsalomao

"A preparação que nosso método exige do professor é o auto-exame, a renúncia à tirania. Deve expelir do coração a ira e o orgulho, deve saber humilhar-se e revestir-se de caridade. Estas são as disposições que seu espírito deve adquirir, a base da balança, o indispensável ponto de apoio para seu equilíbrio. Nisso consiste a preparação interior, o ponto de partida e a meta." Maria Montessori, em A Criança

4 comentários

  1. Muito Obrigada!!!! Feliz que ainda há tempo. Seguimos colocando em prática, sendo adultos melhores e contribuindo para o desenvolvimento integral de cada criança.

Deixe uma resposta