Montessori: O que ler, e em que ordem

A obra de Maria Montessori é magnífica, e grande. Montessori trata de crianças e adolescentes de todas as idades e passa por temas que vão da psicologia e do desenvolvimento até a sociologia da infância e a ciência da paz. Eu tive guias espetaculares quando comecei a ler Montessori, e um dos presentes que recebi foi a sugestão do livro correto no momento certo, repetidamente. Quero dar este presente para você agora.

Duas palavras antes da lista: esta lista foi pensada para o público mais geral possível. Ela com certeza não foi pensada especificamente para você. Por isso, tem um resumo bem breve de cada livro junto, e você pode pensar, a partir do resumo, se o livro faz sentido para você naquele momento.

Estou escrevendo esta lista no primeiro semestre de 2021, e vou privilegiar ao máximo os livros já traduzidos para o português. Com o tempo, teremos mais livros em português, e talvez a lista seja atualizada.

A Lista:

1. Método Montessori: Uma Introdução para Pais e Professores. Paula Polk Lillard, Ed. Manole.

É um pouco herege incômodo iniciar uma lista sobre Montessori com um livro que não é da Montessori. Mas esta é a melhor dica possível. Montessori era uma cientista, e embora ela fosse muito boa em divulgação científica, sua escrita não é a mais fácil, e Montessori tinha uma forma bastante complexa de escrever, fazendo interconexões entre os assuntos mais diversos. A escrita de Paula Lillard é mais sistemática, e nesse sentido, mais amigável no início. O livro explora todos os principais pontos de Montessori, incluindo a vida de Maria Montessori e o método, traz inúmeras citações diretas das obras de Montessori, comentadas, tem excelentes exemplos, e discute até mesmo temas complexos dentro do método, com uma coerência de texto difícil de encontrar. Além disso, o livro foi traduzido há pouco tempo e você encontra com facilidade.

2. O Segredo da Infância. Maria Montessori, Ed. Kirion.

Título anterior: A Criança. O livro foi traduzido de novo, e o título agora é o mesmo do original em italiano.

Este é o melhor livro para começar a ler Montessori por três motivos: é muito interessante, traz de forma sucinta e didática as principais descobertas de Montessori, e tem várias das principais histórias de Montessori com crianças. São exemplos célebres que você vai encontrar de novo espalhados em toda a obra dela, e aqui eles aparecem associados a conceitos fundamentais e ideias revolucionárias tanto do ponto de vista psicológico quanto pedagógico. O livro tem três partes: na primeira, Montessori expõe pontos importantes do método. Na segunda, ela descreve o desenvolvimento da personalidade da criança, e na terceira trata da relação entre o adulto e a criança. Leia esta terceira parte muitas vezes. Eu cheguei a montar um curso inteiro só com esse pedacinho do livro, de tanto que ele ensina.

3. A Mente da Criança. Maria Montessori, Ed. Kirion.

Título anterior: A Mente Absorvente. O livro foi traduzido de novo, e o título agora é o mesmo da edição original em italiano.

Este é o melhor livro de Maria Montessori.* Escrito já quando Montessori estava no final de sua carreira, e de sua vida, e depois de seis anos na Índia (um intervalo que amadureceu inúmeros aspectos do pensamento de Montessori), ele é um conjunto de palestras ministradas por Montessori durante um curso de formação na Índia. Se eu precisasse levar só um livro para uma ilha deserta para reiniciar a civilização, seria esse. Ele tem tudo. Desde explicações excelentes (e em grande parte ainda atuais!) sobre o desenvolvimento do movimento e da linguagem na criança pequena, até debates sobre a educação moral e social, ideais sociais, e as mais importantes descobertas de Montessori sobre a infância, a educação e o adulto. Os últimos cinco capítulos deste livro têm se provado um guia imprescindível a qualquer professor(a) que esteja iniciando uma sala de aula, e os capítulos sobre a personalidade e a normalização ainda são tão atuais quanto se pode ser, em termos de respeito à infância, construção de uma vida pacífica e livre de traumas, e uma educação verdadeiramente livre e transformadora. Ele está em terceiro porque a leitura é muito exigente e ajuda ter já alguma familiaridade com Montessori. (Se você tiver interesse em uma leitura guiada deste livro, por favor indique seu interesse aqui.)

*Talvez o segundo melhor, se a gente considerar o Creative Development in the Child, mas ele ainda não foi traduzido, então só entra na lista lá na frente. E ele é enorme.

4. A Descoberta da Criança. Maria Montessori, Ed. Kirion.

Título anterior: Pedagogia Científica. Ele não foi traduzido de novo. A tradução de 1975 (Flamboyant) foi reproduzida praticamente intacta na edição de 2017, mas o livro recebeu o título original em italiano.

Este é o manual pedagógico de Maria Montessori para uma sala de 3 a 6 anos. Mas mesmo que você não trabalhe em escola, e ainda que conviva somente com crianças mais velhas ou adolescentes, este livro é fundamental. Montessori fez um exercício de concisão e clareza neste livro que durou sua vida toda: a primeira edição dele é de 1909, e a quinta (que é a que temos em português) é de 1950. Neste livro, Montessori detalha tudo o que importa para uma sala de 3 a 6 anos, desde mobília, ambiente e presença de natureza, até a técnica de apresentação dos materiais, a sequência dessas apresentações, a fundamentação de cada material, as atitudes da professora, e o desenvolvimento da concentração e da autodisciplina na criança. O livro tem problemas de tradução especialmente nos capítulos sobre a Educação Religiosa e em Conclusões e Impressões. Mas no original, há uma passagem em que Montessori diz que considera este livro suficiente para a aplicação prática do método por parte da professora. A leitura, vale dizer, é uma delícia.

5. A Educação e a Paz. Maria Montessori, Papirus.

A noção de que Montessori é uma educação para a paz é bem conhecida. Mas é neste livro que Montessori expõe de forma mais integral o que ela quer dizer com “paz”. Para Montessori, paz é muito mais do que o contrário da guerra, e envolve não só a gestão dos conflitos no campo da política, mas fundamentalmente as possibilidades abertas pela educação adequada ao desenvolvimento para que surja uma nova humanidade, capaz de uma sociedade por coesão, em que as fronteiras sejam algo adequadamente ultrapassado, e nós possamos finalmente reconhecer e trabalhar a realidade de que a humanidade é uma nação única, e possamos então buscar não só o desenvolvimento da civilização, mas ir além da posse e do poder, e estabelecer um intercâmbio harmônico com a Terra e a Natureza. De alguma maneira, este livro é o “porque” da educação montessoriana, ele apresenta justificativas contundentes para os esforços de quem decide transformar sua forma de viver em nome da criança.

6. Formação do Homem. Maria Montessori, Kirion.

Edimara de Lima se refere a este livro como o testamento pedagógico de Maria Montessori, e é a descrição mais precisa que já ouvi. Montessori escreveu Formação do Homem já no final de sua vida, e é um livro muito pequeno, extremamente denso, que vale a pena reler pelo menos a cada dois ou três anos. O livro perpassa as contradições aparentes do método Montessori, as principais descobertas da autora, os princípios de uma sociologia da infância montessoriana, os grandes problemas que afetam o desenvolvimento de todas as crianças e… o analfabetismo mundial. Ele mostra quão longe Montessori acreditava que seu método ainda podia ir, e quão inacabado ela ainda acreditava que ele estava no final de sua carreira. É desproporcional o peso físico do livro e seu peso intelectual, histórico e, de certa forma, espiritual. É uma das melhores leituras montessorianas, mas precisa ser feita pelo menos depois de Mente da Criança e A Descoberta da Criança, para fazer algum sentido. Ele não é o sexto nesta lista por ser menos importante, mas por ser um dos mais complexos.

7. Para Educar o Potencial Humano. Maria Montessori, Papirus.

Neste livro, Montessori expõe as bases da educação cósmica. A abordagem cósmica é própria para as crianças de 6 a 12 anos, por isso o livro é especialmente interessante se você vive ou trabalha com crianças nesta faixa etária. Mas os princípios gerais que Montessori expõe nos primeiros capítulos e ao final do livro são úteis também como perspectiva sobre a vida para o adulto (a tal ponto que inspiraram a ideia de um Plano Cósmico e uma Visão Cósmica, comuns a todo o método Montessori e à formação de professores). No livro, Montessori, descreve porque, do ponto de vista cognitivo e de desenvolvimento, a educação cósmica é a mais apropriada, e também passa, em linhas gerais, pelas bases das Cinco Grandes Histórias. Se você lê inglês, como companhias para este livro, vale recorrer aos: “The Deep Well of Time”, de Michael Dorer, e “The Children of the Universe”, de Michael e D’Neil Duffy.

8. Da Infância à Adolescência. Maria Montessori, ZTG

Ainda sobre as crianças de 6 a 12 anos, este livro continua a exploração de Para Educar o Potencial Humano, mas olha de forma um pouco mais detalhada para aspectos químicos, físicos e biológicos do Plano Cósmico, incluindo a formação da Terra e a história da vida. Exclusividades deste livro são três apêndices, dois sobre as ideias de Montessori para a adolescência e o plano de estudo e trabalho do adolescente, que vieram a embasar os programas Erdkinder e as formações que hoje existem para o trabalho com adolescentes, e um outro sobre As Funções da Universidade, em que Montessori reflete sobre o adulto e a escola dos adultos, trazendo propostas que aos poucos são incorporadas na formação dos educadores montessorianos e em universidades mundo afora. Embora não figurem nesta lista, companhias adequadas para os livros de 6 a 12 anos são os livros de Maria Montessori: “L’Autoeducazione” (em inglês: The Advanced Montessori Method, V.1 e 2); Psicoaritmética (sem edição em português), Psicogeometria (sem edição em português) e Psicogramática (com edição em português pela Kirion).

9. A Criança Montessori. Simone Davies, NVersos.

Este livro poderia estar lá em cima na lista, se ela tivesse sido feita especialmente para adultos que vivem ou trabalham com crianças de 18 a 36 meses. O livro trata especificamente destas crianças, e nesse sentido trata de “tudo”. É muito completo, didático, amigável, e oferece muitas chances de praticar e transformar a maneira como vemos, convivemos e educamos as crianças pequenas. É o primeiro livro de Simone Davies, que é autora do blog The Montessori Notebook. O livro aborda desde aspectos do desenvolvimento até a preparação do ambiente, atividades e situações específicas de dia a dia com “toddlers” (as crianças de um ano e meio a três). A leitura é fácil, e se você tem crianças nessa idade, eu sugiro que você leia este logo depois do livro de Paula Lillard, bem no início da lista. Sem prejuízo das obras de Montessori, que são revolucionárias, este livro dará a você elementos para colocar em prática imediatamente, o que é fundamental se você tem uma criança nesta faixa etária. Um bônus é que o livro acabou de ser publicado em português, então é bem fácil de encontrar.

10. Creative Development in the Child. Maria Montessori, Montessori-Pierson Publishing Company.

Este é o meu livro favorito em toda a obra de Maria Montessori, e eu tentei não o incluir na lista porque ele está em inglês. Mas não podia faltar. Entre as obras publicadas, este é o livro mais completo de Montessori. Pense em um misto de A Mente da Criança + A Descoberta da Criança + Para Educar o Potencial Humano e você terá uma imagem ainda menor do que a obra é. O livro é o conjunto aparentemente completo das palestras dadas por Montessori em uma de suas formações na Índia. Cheio de reflexões filosóficas e de desenvolvimento amparando cada descrição de material e atividade, e com um tom diferente de A Mente da Criança ou A Descoberta da Criança, porque são palestras pouquíssimo revisadas, que permitem ver as hesitações de Montessori e a ampla e profunda liberdade que ela tentava deixar muito evidente para seus formandos. O livro é enorme, com mais de 400 páginas, e aproximadamente 75 capítulos, mas vale a leitura, ainda que seja interessante dividir essa leitura em partes, para absorver com o cuidado adequado. (Se você tiver interesse em uma leitura guiada deste livro, por favor indique seu interesse aqui.)


Todas as semanas, nos reunimos às 8h no Facebook do Lar Montessori para estudar um tema em Montessori. Depois, as aulas ficam disponíveis para os assinantes das Manhãs com Montessori. Hoje, já temos mais de 60 aulas sobre os mais diversos tópicos da teoria e prática em Montessori. Veja o comentário de uma participante das Manhãs:

O Gabriel mudou a minha vida. Pelo menos, a vida que eu tenho com a minha filha, o que pra mim, já é quase tudo nesse mundo!

A forma como ele aborda o conteúdo da filosofia e do método Montessori, sempre seguindo uma linha de raciocínio clara e objetiva e fazendo paralelos com a nossa realidade política, cultural e social, garante um ótimo entendimento do conteúdo e nos motiva a construir uma relação de paz com as nossas crianças, nos refazendo enquanto adultos, no intuito de enxergarmos o mundo através de uma lente que nos ajuda a enxergar a verdadeira criança, suas reais necessidades e tudo o que ela tem para nos ensinar.

Gratidão, Gabriel! Você entrega muito mais do que o esperado!

Priscilla, assinante das Manhãs com Montessori
Outros

2 comentários

Deixe uma resposta para Cláudia Maggioni Cancelar resposta