Programa de 5 Semanas para Montessori em Casa – Gratuito

Em Montessori, buscamos uma educação que ajude o cérebro da criança, que respeite seu desenvolvimento, e que vá ao encontro da individualidade dos filhos e dos alunos. Há muitas formas de ajudar as crianças quando respeitamos a ciência de seu desenvolvimento. Neste programa, vamos conhecer algumas delas. Vamos explorar cinco formas de usar a ciência de Montessori para melhorar a vida de sua família. Você implementa uma forma por semana, e em cinco semanas terá uma transformação na maneira como se relaciona com seu filho. Para ajudar você, cada semana traz um ou mais textos, uma sequência de exercícios e uma reflexão.

Veja um pouquinho do que vamos trabalhar:

#1. Observar seu filho uma vez por dia

É incrível o poder de dez minutos diários de observação. Pare todos os dias, por dez minutos, com um bloquinho de anotações na mão. Olhe para o seu filho de um ângulo que ele não se sinta observado, e respire pelo menos umas quatro vezes. Esqueça os rótulos que você já deu ao seu filho (esqueça que ele é calmo, que é ansioso, que gosta de coisas de montar) esqueça e observe. Anote o que ele fizer com o corpo e o rosto. Depois, pode anotar descobertas ou reflexões. Continue observando no dia seguinte.

#2. Ter poucos e bons brinquedos

Ter mais não é melhor. Vivemos numa cultura de hiperestimulação, e mesmo quando ela é necessária ao desenvolvimento (com crianças que têm necessidades especiais), não é com excesso de brinquedos que deve ser feita. Brinquedos em excesso causam confusão mental e ansiedade. Devemos escolher bem brinquedos que sejam benéficos para a criança, e aí colocar quatro ou cinco (ou seis) em cada ambiente da casa. Pode contar como opções um regador na varanda, uma tábua de cortar na cozinha, e outras coisas assim. Os que despertarem interesse ficam. Os que pegarem poeira vão embora.

#3. Ajudar seu filho a se concentrar

A concentração está mesmo relacionada à felicidade. Mas é mais que isso. Ela está relacionada a propósito. Quando a criança se concentra, não faz as coisas por fazer. Faz porque as coisas fazem sentido. E isso é raro nas vidas das crianças e dos adultos. Num mundo em que na maior parte do tempo se faz coisas porque elas têm que ser feitas, ou porque queremos nos distrair, a concentração é um portal. Para um mundo diferente. Para um desenvolvimento saudável.

Já quer participar? Preencha o formulário (são 30 segundos!) e baixe o Programa:

#4. Falar de um jeito que seu filho escute

Falar, e falar de novo depois de três segundos, não ajuda. Falar alto e de longe não ajuda. Falar alto não ajuda. Falar sem olhar nos olhos dos filhos não ajuda. Falar devagar ajuda muito. Falar com clareza ajuda demais. Parar o que você está fazendo para falar baixo, na altura dos olhos do seu filho, devagar, baixo, com clareza, calma e atenção é perfeito. Só fala bem quem escuta bem. Quando for a vez de seu filho falar, deixe seu filho falar e não interrompa. Parece bobagem, mas é uma revolução. Com uma comunicação que funcione, a vida toda muda em profundidade, e melhora. Ah, isso também vai ajudar com a birra revolta.

#5. Compreender a birra revolta do seu filho

[ Na semana 5, você vai ler um texto inédito do Lar Montessori: Manual Montessori para a Birra e Outros Desesperos]

Sabe a birra? Não existe. A criança não tem o mundo preparado para ela. Ela é interrompida o tempo todo. Suas prioridades não são respeitadas. Suas necessidades não são atendidas, nem sequer compreendidas. Ela se desespera com essa situação, revolta-se com a vida errada a que é condenada, e grita, e chora. Nós psicologizamos isso. Fazemos com que o problema não seja uma sociedade errada, adultos errados, fazemos com que o problema seja a criança birrenta. E aí queremos tratar a birra. Não trate a birra. Não chame de birra. Acolha a revolta. Acolha o desespero. E mude a situação que causou a revolta e o desespero.

Quer participar? Preencha o formulário abaixo (são 30 segundos) e baixe o Programa!

Faça um favor a você mesmo(a). Se dê cinco semanas. A cada semana, implemente mais um desses passos conscientemente e com atenção total. Eu posso esperar cinco semanas pelo seu comentário, mas vou adorar se você puder voltar para contar o que mudou na sua casa e na sua vida. Se você já faz algumas dessas coisas, quero pedir para você comentar aqui e agora. É importante para mim e para todas as famílias que estão com a gente no Lar Montessori. Obrigado por ajudar a vida do seu filho.

Escrito por gabrielmsalomao

"A preparação que nosso método exige do professor é o auto-exame, a renúncia à tirania. Deve expelir do coração a ira e o orgulho, deve saber humilhar-se e revestir-se de caridade. Estas são as disposições que seu espírito deve adquirir, a base da balança, o indispensável ponto de apoio para seu equilíbrio. Nisso consiste a preparação interior, o ponto de partida e a meta." Maria Montessori, em A Criança

31 comentários

  1. Eu tento inserir no dia a dia os conhecimentos montessorianos que tenho. poucos brinquedos organizados e trocados quando passam a ser pouco usados, quarto com poucos brinquedos mas com alguns livros para ser associado ao relaxamento; brincadeiras ao ar livre e na água livre – meu filho decide como brincar. Atualmente ele está com pouca concentração (2 anos e 3 meses) acredito que seja a idade. Acho que o curso poderá me ajudar a conduzi-lo nessa nova fase.

  2. Aqui estamos na fase de querer começar a andar com 10 meses. Estou terminando de preparar o ambiente, mas é difícil explicar para os outros q não devem ficar dizendo não o tempo todo e q devem é tirar o q não deve ser manipulado pela criança do seu alcance. Ou de parar de dizer não por falar… aqui rolou stress por conta das bolas de natal… q são de plástico. …
    -Pq ele não pode pegar?
    -Pq não. ..
    Afff

    1. Seu comentario me fez rir, porque eu lembrei de varios momentos que pessoas falaram nao para meu filho, por conveniencia e habito, e em seguida eu perguntei ” – E por que nao?” E todas as vezes nao tive resposta.

  3. Gabriel, primeiro, obrigada pela ajuda, tenho certeza de que vai ser sensacional. Preenchi o formulário, mas não entendi onde devo clicar pra baixar o programa que você menciona. Deve chegar por email?
    Grande abraço,
    Vivi.

    1. O programa está no link indicado quando você envia os dados do cadastro. Tenta fazer de novo, com os mesmos dados. Ao final aparece uma mensagem curta e o link indicado para download! 🙂

      1. Oi!
        Estou encaminhando o Programa a todas as pessoas inscritas. Mais pessoas encontraram problemas parecidos com o seu, e eu não tenho como resolver a questão do sistema. Mas como o cadastro inclui o e-mail, consigo enviar o documento para os e-mails cadastrados.

        Abraços,
        Gabriel

  4. A abordagem montessoriana rompe os limites opressores da educacao tradicional, e funciona nao apenas com as criancas, mas como adultos que foram criados desta forma. Para se dedicar a este proposito, é preciso auto conhecimento e coracao aberto, superando primeiro o que ainda nos limita. Tento acolher esta revolta sem o falso crivo do certo e errado. Minha maior dificuldade tem sido outros adultos, pois a maioria interpela a metodologia como deixar as criancas “fora de controle”. Na verdade a abordagem que utilizamos exige de nos o dobro da atencao, e isto nao tem nada a ver com controle. Seguimos nos abrindo para que seja possivel superar as dificuldades que ainda existem na educacao e a modificando como possivel.

  5. Estou animada para iniciar a prática das 5 semanas! Por aqui já seguimos alguns preceitos Montessori desde 7m de vida e agora estou me aprofundando em CNV e Disciplina Positiva, mas ainda tenho dificuldade com dezenas de hot wheels e TV, sob a “desculpa/justificativa” de que sou sozinha com o pequeno, agora com 2a8m em casa, sem rede de apoio.

  6. Olá, adorei a proposta, parabéns pela iniciativa. Eu uso disciplina positiva e quero passar a mesclar com Montessori. Fiz o cadastro, mas não estou conseguindo baixar, pois quando clico no link não direciona para página alguma. Please me ajude…

    1. Oi!
      Estou encaminhando o Programa a todas as pessoas inscritas. Mais pessoas encontraram problemas parecidos com o seu, e eu não tenho como resolver a questão do sistema. Mas como o cadastro inclui o e-mail, consigo enviar o documento para os e-mails cadastrados.

      Abraços,
      Gabriel

  7. Ola bom dia! Adorei essa proposta. Sigo a disciplina positiva com meu filho, porém quero mesclar com Montessori, mas não consegui baixar o material. Já coloquei meu e-mail 2 vezes e nada 😭. Please me ajuda…

    1. Oi!
      Estou encaminhando o Programa a todas as pessoas inscritas. Mais pessoas encontraram problemas parecidos com o seu, e eu não tenho como resolver a questão do sistema. Mas como o cadastro inclui o e-mail, consigo enviar o documento para os e-mails cadastrados.

      Abraços,
      Gabriel

  8. Oi Gabriel, tenho acompanhado o Lar Montessori e posso dizer que foi um enorme aprendizado para mim, aprendi muito como pessoa e como profissional, muito obrigada por todo esse conteúdo.
    Não sou mãe, sou professora e tudo o que aprendo com Montessori tento aplicar conforme as possibilidades da nossa rotina na escola. Mas é incrível como muita coisa muda para melhor quando você para para observar a criança a sua frente e aceita sua angústia ao invés de passar por cima dos sentimentos dela. Ou quando você permite que ela tenha um tempo extra para terminar um trabalho etc.
    Estou apaixonada pelo método Montessori pois os resultados são incríveis.
    Continue com o belo trabalho, isso nos ajuda muito!

  9. Oi, Gabriel. Não estou conseguindo baixar o curso. Já preenchi o formulário duas vezes, mas não aparece a mensagem com o link.

    1. Oi!
      Estou encaminhando o Programa a todas as pessoas inscritas. Mais pessoas encontraram problemas parecidos com o seu, e eu não tenho como resolver a questão do sistema. Mas como o cadastro inclui o e-mail, consigo enviar o documento para os e-mails cadastrados.

      Abraços,
      Gabriel

  10. Olá, sou pai e tenho acompanhado o seu blog, está sendo de grande ajuda, estou aprendendo muito como pessoa seguindo um dos pilares “país preparados”…. vou continuar seguindo esse método montessoriou tentar ,kkkk, que venho apaixonando a cada dia!!!!

  11. Olá!
    Eu preenchi o formulário para fazer o curso de 5 semanas, mas não recebi nada no meu e-mail .

    Como faço para fazer o curso?

    Obrigada!

    Catarina Hovey

    1. Oi!
      Estou encaminhando o Programa a todas as pessoas inscritas. Mais pessoas encontraram problemas parecidos com o seu, e eu não tenho como resolver a questão do sistema. Mas como o cadastro inclui o e-mail, consigo enviar o documento para os e-mails cadastrados.

      Abraços,
      Gabriel

  12. Tenho a sorte de ter conhecido Montessori logo quando estava gravida, então pude começar desde cedo a me preparar psicologicamente pra essa mudança de vida, e como isso vicia! Vicia ver meu filho livre pela casa, podendo participar e se sentir importante, e tudo me parece tao logico que fico espantada quando sou confrontada com a falta de empatia e respeito pela criança “para o bem dela”. Tenho certeza que esse programa vai me ensinar a poder aprimorar e organizar em açoes o pouco que eu ja sei na teoria. Obrigada por transmitir tanto amor! No final eu volto pra contar como foi!

  13. Bom dia. Desde minha primeira gestação estudo sobre Montessori. Sempre usei e ainda uso o método em casa. Já tenho minha segunda filha e TB uso o método com ela . Tenho uma filha de 3 anos e de 1 ano. Sou apaixonada pelas conquistas diárias das duas. Obrigada por compartilhar e ensinar nossa geração a ser melhor e entender as crianças.

  14. Olá, sou mãe de uma. Menina de 17 meses desde que nasceu que me preocupo em aprender novas formas de educar… Tenho uma menina que desde bebé é super enérgica (foi apelidada de pulguinha elétrica). É uma criança com uma personalidade mt forte… Comecei aos 6meses a fazer BLW não por inteiro porque a sopa dava-lhe de colher… Apartir dos 10 meses comia praticamente sozinha tudo incluído sopa. Desde muito pequena que tento promover a independência dela. Com apenas 1ano já andava, comia sozinha descia da cama/sofá sozinha levava a fralda dela para o lixo… Ajuda me a fazer o comer e gosta de ajudar nas limpezas…Isto tudo claro porque ela pede é eu deixo. É uma criança muito curiosa e atenta gosta de explorar tudo e eu deixo a fazer… Por vezes dou por mim a pensar que estou a ser demasiado permissiva mas o que é certo é que ela aprende a explorar… Espero aprender mais coisas aqui ainda sou mt verde nisto de ser mamã…

  15. Oi, mim chamo edvania e tenho um bebe de 1 ano e 4meses. Ele esta passando por uma faze muito dificil pra mim como mae de primeira viagem, que sao as revoltas, as famosas birras e nao sei como agir dinte disso. Gostei muito de tudo que li aqui e quero participar. Obrigada

Deixe uma resposta