A Criança Independente É Mais Feliz

Montessori explicava que a criança que não pode buscar sua independência encontra inúmero desvios em seu desenvolvimento, como instabilidade emocional, descontrole físico e pouca resistência à frustração. Por outro lado, a criança que pode agir com propósito encontra sua felicidade na atividade, e essa felicidade transborda para uma vida emocional mais resiliente, serena e saudável. Vamos entender agora como partir da situação da criança infeliz, e chegar à criança que encontrou a felicidade.

“Me ensina a fazer sozinho?” – O que a criança quer de nós

Nós desejamos que as crianças sigam nossas instruções. Elas só querem a primeira parte, que é saber o caminho para seguir. Seguir mesmo, elas vão seguir sozinhas, e tropeçar, e cair, e ficar lá no chão com a poeira até poderem levantar. E nós vamos tentar ajudar e elas vão querer ficar lá no chão com a poeira. Porque tem aprendizado ali e no fundo elas sabem disso.

Como Transformei Gritos em Sorrisos

Eu gritava bastante com crianças. Não grito mais, faz tempo, mas houve um caminho longo para que isso acontecesse. Um caminho que me ensinou a sorrir. Trabalhei por três anos com cinquenta crianças e adolescentes em uma escola montessoriana. Nos primeiros seis meses, eu percebia que gritava, e percebia que não era uma boa ideia, sabia que estava errado. Mas não sabia o que fazer. "Segurar" os gritos claramente não funcionava e os conselhos que recebia também não. Então, aconteceram duas coisas.