Por Amor, e não Por Medo

Estamos vivendo a maior crise das últimas décadas, é claro. Como um pequeno alento, também é claro que a humanidade não parou de fazer poesia. Alguns poetas, músicos, pintores e ativistas nos lembram que para os próximos dias (e meses) nós podemos tomar todos os cuidados por medo, e sofrer muito, ou tomá-los todos por amor, e aprender um pouco mais sobre nós mesmos e os outros. Porque eu vivo imerso no assunto, isso me lembrou que nossas relações com as crianças também podem ser assim.

Montessori para Adultos Exaustos e Impacientes

Não há um só adulto que não se sinta exausto. E nem uma só criança que não sofra as consequências da exaustão dos adultos. Precisamos entender de onde vem esse cansaço todo, e achar um caminho para diminuir a presença dele nas nossas vidas, e nas das nossas crianças.